15 de jul de 2010

TUDO IGUAL

A torcida alvinegra fez sua parte. Quarta-feira de chuva e frio e todos os alvinegros acreditando na vitória contra a mulambada.
.
A festa alvinegra foi linda no Maracanã. Dos 15 mil pagantes, 80% eram botafoguenses.
.
Cheguei no Maior do Mundo já ouvindo as novas músicas sacaneando a velha fama mulambada.
.
E o jogo? Bom, vi o mesmo BOTAFOGO dos últimos jogos do campeonato. Um time covarde, sem raça, sem criatividade e nervoso em campo.

Vi de novo que Joel insiste em seu medalhões que são símbolos de fracasso passados.
.
Os atacantes do Glorioso jogam no sacrfício pois não existe meio de campo.
.
Mesmo com um meio de campo inexistente, os atacantes perderam inúmeros gols.
.
Caio prova a cada jogo que é jogador para entrar no segundo tempo.
.
Edno não disse a que veio ainda. Entendo porque ele era reserva do reserva no Corínthians.
.
Se não existe um meio de campo, o que falar da zaga alvinegra? Toda bola na área do Glorioso eu cantava a música tema dos "Trapalhões".
.
Valeu pela estréia de Jóbson. O garoto entrou com vontade (até demais) e precisa de ritmo de jogo. Ganha fácil a vaga de Caio no ataque, até Abreu voltar.
.
Renato Cajá não é nenhum primor de jogador, mas qualquer um vê que ele é muito mais útil que Lento Flávio. Em 10 minutos fez mais que o amarelão no jogo todo.
.
Para falar de Marcelo Cordeiro, Fahel, Alessandro e Lúcio Flávio, preciso esfriar a cabeça e  fazer posts especiais para os cidadãos.

Um comentário:

O MAIS QUERIDO!!!!!!!!!! disse...

tudo certo...até a palhaçada do 80% eu vou desconsiderar pois vc num sabia há tempos o que era ser maioria num embate contra o FUDEROSÃO e se deixou levar pela empolgação, agora o título...COMO ASSIM "TUDO IGUAL"???
vcs sempre são maioria??

numintendioquielifalô!!!