25 de ago de 2008

EMPATE COM SABOR DE DERROTA

Não me surpreendi ao ver o time do Vasco com uma postura totalmente defensiva, pois é assim que os adversários do Botafogo tem jogado ultimamente aqui no Rio (Palmeiras e Cruzeiro) e será assim também contra o Náutico na próxima rodada.
O Botafogo teve o domínio do jogo do início até o fim mas não transformava o volume de jogo em finalizações. E o vasco só se defendia, esperando alguma chance de contra-ataque com o veloz Madson. O Botafogo tentou muitas jogadas pelo meio e pouco explorou as laterais, onde seria melhor pois o time cruzmaltino deixou várias "avenidas" por ali. E o time sentiu muito a falta de Jorge Henrique.
O prêmio por ser melhor veio no segundo tempo, quando Carlos Alberto (melhor em campo) chutou cruzado, Roberto espalmou para o meio da pequena áerea e Wellington Paulista só conferiu! Depois disso, o Botafogo deixou o vasco jogar e no fim do jogo, Triguinho fez uma falta desnecessária perto da área que resultou no gol de empate.
...
Não vou falar mal do time, pois vínhamos de 6 vitórias seguidas e continuamos invictos desde a derrota para o são paulo, em julho! Mas o Botafogo PRECISA de um atacante "matador", pois Wellington Paulista não está bem e esse Fábio não merece vestir o manto alvinegro. Gil também está mal, não acertou nada no clássico. Tomara que esse Zárate cumpra sua parte.
...
A torcida do Botafogo deu show ontem no Maracanã, comparecendo em maior número e cantando o jogo todo! Engraçado foi ver a torcida do vasco comemorando o empate como se fosse um título.
...
Olha quem encontramos no fim do jogo, no meio da galera!
Grande Maurício! Herói de 1989!

Um comentário:

Saulo Milleri Biral disse...

Leonardo, com essa boa campanha do Botafogo, os adversários estão jogando cada vez mais fechados. Desde que começou a subir na tabela do Campeonato Brasileiro, o Botafogo vem enfrentando defesas cada vez mais fechadas. Por isso, resta à equipe buscar saídas para a marcação dos adversários. Depois do empate em 1 a 1 com Vasco, no último domingo, quando o Alvinegro penou para conseguir entrar na área do adversário, a tendência é as dificuldades aumentarem. No sábado vai ser a mesma história. Cruzeiro e Vasco se fecharam, e com certeza será assim também contra o Náutico. Precisamos vencer para ficar no G-4 e continuar buscando a liderança. Além da inveja, os adversários estão morrendo de medo do fogão.
Legal essa foto com o Maurício.