10 de jan de 2010

Vida em preto e branco.

Minha primeira lembrança com o BOTAFOGO é o título carioca de 1989, quando eu tinha 09 anos de idade. Lembro que eu estava em casa vendo meu pai assistindo ao jogo com os olhos vidrados e sem piscar. E depois lembro da explosão de alegria dele no fim do jogo, chorando e me abraçando. Quando nasci, meu pai colocou uma bandeira do Fogão no quarto, me levou em muitos jogos quando eu era criança mas foi a partir desse dia em 1989 que comecei a amar esse clube GLORIOSO.
-
Posso dizer que sou um botafoguense doente. O amor ao BOTAFOGO é incondicional e parece crescer a cada dia que passa! Eu faço minha parte com o Alvinegro pois sou sócio-proprietário, só compro produtos ofiiciais e sempre que posso vou aos jogos.
-
Faço coleção de camisas oficiais e a partir de hoje vou mostrar aqui minhas peças valiosas:

A camisa da foto acima é de 1990 e é uma das minhas favoritas. Ótimo ano para o Glorioso pois conquistou o Carioca em cima do Vasco em um campeonato marcado pela picaretagem dos cartolas Eurico Miranda e Eduardo Viana "Caixa d'água" que queria mudar o regulamento para favorecer o bacalhau. Veja os lances da final AQUI e toda palhaçada depois do jogo: PARTE 1 e PARTE 2.
-
Saudações!

Um comentário:

Fernando Gonzaga disse...

grande Leonardo...

infelizmente eu tinha apenas 5 anos no título de 89 e portanto não me recordo da conquista, minha paixão pelo glorioso surgiu na bela campanha do Brasileiro de 92, mas não vamos entrar em detalhes, pois aquela final me fez derramar minhas primeiras lágrimas por causa do futebol...

grande abraço!!