18 de ago de 2011

ENGENHÃO: UM ESTÁDIO DE TODOS

"O Engenhão é o estádio do cidadão carioca." - Palavras de Maurício Assumpção no programa Incêndio, produzido pelo próprio BOTAFOGO.

Que maneira de conquistar a torcida, não é?

Suas palavras vem se concretizando com atitudes, pois o Engenhão vem se tornando cada vez mais um estádio de todos os clubes e cada vez menos do BOTAFOGO.

Depois de retirarem todos os escudos que ficavam em torno do estádio, agora vemos as arquibancadas com cores que ferem as tradições botafoguenses em todos os níveis aceitáveis.

Aliás, manchar a tradição do clube é a tônica desta diretoria. Além de prostituírem o estádio que deveria ser do BOTAFOGO, também acabaram com o principal símbolo do clube: o manto alvinegro. Nosso uniforme atualmente parece mais um macacão de Fórmula 1, onde o menos importante são as cores preto e branco e o escudo mais bonito do mundo, escondido no meio de tantos patrocinadores.

A torcida alvinegra não pode mais "tirar onda" com rubro-negros e tricolores, chamando esses clubes de sem-teto, pois o Engenhão também é deles.

O presiDentista disse que a sociedade com os "co-irmãos" renderia muito ao BOTAFOGO. A pergunta que nos fazemos é: para onde esse dinheiro vai? A única certeza é que não foi para o futebol profissional, que tem um elenco abaixo dos adversários.

Maurício Assumpção prefere colocar a culpa na torcida, afirmando que não comparece ao estádio.

Imaginem um cinema lindo, com poltronas confortáveis, um som surround maravilhoso e que tem a melhor pipoca da cidade. Mas se nesse cinema só passam filmes horríveis, como esperam que o cinema lote? É a mesma coisa com o BOTAFOGO! O que adianta ter um estádio moderno se os protagonistas do espetáculo não empolgam? A culpa é da torcida?

Maurício Assumpção fala e cumpre. "Nosso" estádio com cadeiras vermelhas não é do BOTAFOGO, é de todos.

Postado por @leofvm

13 comentários:

Ed disse...

PERFEITO!

cezar disse...

Falou tudo Leo, parabéns!

Roberto Silveira Martins disse...

Infelizmente, vc disse a verdade Leo.

Engenhão foi prostituído e não é mais nosso.

SA

Levi disse...

Tradição não se compra. O Botafogo perde a identidade com essa diretoria.

Parabéns pelo post Leo!

Abraços!

Yuri disse...

Deveria ser um estádio com a cara do Botafogo. Deveria...

Luis Alberto disse...

Sempre é culpa da torcida.

Diretoria safada! Se pelo menos tivéssemos um time competitivo!

Loco! disse...

PERFEITO!!! [2]

kiko disse...

Triste, mas é verdade.

Rodrigo Bastos disse...

FATO!

MÁRCIO disse...

O que estão fazendo com o nosso Botafogo?

Parabéns pelo post Leo.

Igor sausmikat disse...

Este é o presidente que muitos puxam o saco,desde muito tempo não temos diretoria e não adianta!
Este é o presidente que não dá conta de não assinar nem um termo de conta,não aceita ser criticado quando fala que aumentou as dívidas da equipe e só responde perguntinhas moles demais.
E a maioria da torcida,ainda puxa o saco dele!
Não temos diretoria a MUUUITO TEMPO e isso não adianta!E olha que não defendo nenhum dirigente e nem nada e não sou do lado de ninguém.
Este é o presidente aonde a torcida puxa o saco e ele está fazendo que nem o Ricardo Teixeira,cagando pro resto!
Abraço
Igor
meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com/ e no twitter @blogdoigor05

Rafael M. F. disse...

Não condeno o Maurício. Apesar de abominar o que está sendo feito.

Condeno sim, TODAS AS GESTÕES ATÉ 2003. Exceção honrosa (talvez, talvez!) à de Emil Pinheiro e a de Montenegro, ainda assim restrita aos resultados conseguidos.

Infelizmente foram QUARENTA ANOS DE GESTÕES DESASTROSAS que conduziram o Botafogo ao atual estado de coisas, onde precisa passar por cima da sua identidade para poder angariar recursos.

Eliane Cezar disse...

Olha, Leo, num primeiro momento, de todo o meu coração, não tive nada contra as cadeiras da Brahma, pois é a patrocinadora e injeta dinheiro no clube. Esse meu pensamento se deveu muito a certas posturas fundamentalistas que juram, inclusive, nunca mais pisar no Engenhão por conta das ditas cadeiras. Não acho que seja por aí... Depois, pensei em marcas que patrocinam eventos de rivalidade imensa e acabei chegando ao festival de Parintins que acontece aqui na Amazônia. As marcas se adaptam às cores do festival e suas torcidas. Você já viu uma lata de coca-cola azul? Pois é, em Parintins isso é feito. Marcas de água mineral, leite, sabão... todos os que têm interesse em patrocinar esse evento se adaptam a ele e não o contrário. Aí voltei ao Botafogo... por que nossa diretoria não fez essa cobrança ao patrocinador (de se adaptar ao clube)? No último jogo que fui no Engenhão, o estádio ainda não estava com as tais cadeiras vermelhas e brancas, mas pela tevê, achei bem feia essa combinação (com leste e oeste azuis)... e não vejo possibilidade de mudança por enquanto!!! =/ Ainda foi dito pelo Botafogo que o estádio está aberto a novos patrocínios, então, querido, não se assuste se ao chegar lá, encontrar cadeiras azuis com bolinhas laranjas...